Resumo dos fatos na Segurança Pública

Safado - Permanece em local ignorado o pedreiro Célio Balbino (46), que durante um bom tempo tem molestado sexualmente a crianças de 7 e 8 anos de idade na rua 300 do loteamento Jardim das Bromélias, no bairro Rio Branco. Ele convidava as crianças para jogar vídeo game, oferecia balas e chocolates, enquanto se aproveitava dos meninos.
Invasão - Na madrugada de ontem (5) larápios invadiram a loja Cezário Papel e Presentes, localizada em Dom Joaquim, e levaram diversos pares de meias, conjuntos de lingerie, roupas infantis, jóias e semi-jóias. Segundo levantamento feito pela proprietária Raquel Rezini Cezário, o prejuízo chega a 10 mil reais.
Furto - Valdil José da Silva (39), natural de Marechal Cândido Rondon (PR) e morador do Limoeiro, teve a casa arrombada. Os bandidos furtaram um computador completo, uma TV de 29 polegadas, um aparelho de DVD e uma máquina fotográfica digital. Um carro Santana de cor dourada foi visto saindo da casa.
Furto 2 - Na manhã de sábado (3) a casa de Sérgio Orso (37), morador do bairro Batêas,  foi invadida por dois homens que ocupavam uma moto. Após arrombarem a janela da cozinha, os caras levaram um aparelho de DVD, uma filmadora, um celular, 200 reais em dinheiro, talão de cheques e roupas femininas. A casa ficou toda bagunçada. Segundo Sérgio, um vizinho viu os marginais saindo com uma sacola e uma mala cheia de coisas. Mas, ele pensou que eram conhecidos e não se preocupou.
Furto 3 - O comerciante Marcelo Grespky (37), morador da rua Arno Gracher, no Centro, registrou na DP que na madrugada de ontem (5) furtaram duas bicicletas que estavam na garagem do prédio. Uma das magrelas custa cerca de R$ 1.800. É uma Sundown azul com prata, 24 marchas, com diversos acessórios. A outra, modelo feminino, é uma Calói de 24 marchas e custa cerca de R$ 1.100. As bicicletas estavam presas com corrente e cadeado na parede.
Furto 3 - Elisa Cristina Macedo (25), moradora do Centro, teve o carro arrombado na avenida Otto Renaux, próximo a Assevim, de onde levaram a bolsa contendo documentos pessoais e 120 reais em dinheiro.
Suborno - Valdecir Roque Eccel (41), que na noite de domingo (6) foi detido após tentar subornar policiais militares em uma blitz no bairro Águas Claras, pagou fiança e foi liberado da delegacia. Ele responderá processo por corrupção ativa.
Dúvidas ou Sugestões