Rogério Perrô não definiu o Brusque

O técnico do Brusque, Rogério Perrô, preferiu não definir a escalação do time após o treinamento da tarde desta sexta-feira (28). Ele deixou no ar a possibilidade de voltar a escalar o atacante Eydison, que cumpriu suspensão por expulsão, e o lateral Flavinho, que também está apto para atuar, após desfalcar o Bruscão na última partida.

Os desfalques de Saraiva e Cidinho representam a baixa do time para enfrentar o Caçador, domingo (30), às 15h, no Estádio Augusto Bauer. O caso que inspira maiores cuidados é do lateral Saraiva, que deve demorar ainda cerca de 15 dias para ser liberado pelo departamento médico. No gol, retorna Rodolpho, após a expulsão de Fabão. “O importante é que independente de quem joga, o time continua forte”, assegurou o treinador.

O técnico brusquense disse que o objetivo inicial foi atingido, que era conquistar o título do turno e que agora vai pensar na próxima fase e estudar se há a necessidade de reforços. Perrô acredita que os adversários vão se reforçar para a próxima fase e os confrontos serão mais complicados. Ele lamentou a postura do Marcílio Dias, que vem tentando ganhar o turno no tapetão, uma vez que não teve competência para assegurar a posição dentro de campo.

Dúvidas ou Sugestões