Homem encontrado morto em casa

A Polícia Militar de Brusque encontrou na noite de ontem (25) o corpo de Celso Eccker (48) no interior da casa onde morava, na rua Bulcão Viana. Análises iniciais feitas no local indicam que o homem pode ter sido morto há cerca de três ou quatro dias, após receber cerca de 20 facadas na cabeça, tórax e nas costas. A polícia descarta que tenha ocorrido um latrocínio (matar para roubar). Apesar de os objetos da casa estarem totalmente revirados, a carteira de Celso com R$ 350 reais não foi mexida.
Como Celso não respondia aos chamados de parentes e amigos, a PM foi chamada. Para entrar na propriedade os policias foram obrigados a arrombar o portão. Já a porta de acesso ao interior da casa estava encostada. Neste ponto eles sentiram um forte odor. O corpo já estava em decomposição. Ao adentrarem a residência se depararam com o cadáver de Celso sobre um pedaço de espuma, com muito sangue espalhado.
Ao lado do corpo estava a moto CBX de Celso; e na garagem, o Gol Power. Ambos intactos. O corpo do homem estava com dezenas de perfurações feitas supostamente pos uma ou mais facas, principalmente atrás da cabeça, onde mais de 15 perfurações foram identificadas.
Celso, que era natural de Nova Trento, tinha 11 irmãos. Ele morava na residência da Bulcão Viana, próximo à subida que dá acesso ao cemitério municipal, há cerca de 20 anos. O corpo está sendo velado na Capela Mortuária do Centro e será cremado às 16 horas no Crematório Vaticano, em Balneário Camboriú.
Dúvidas ou Sugestões