Resumo das ocorrências na Segurança Pública

É bucha - Roberto Inácio (32), morador do bairro Santa Luzia, é mais uma vítima de estelionato na área de seguros. Em dezembro do ano passado ele fez um seguro de seu veículo com Cátia Regina de Souza, da empresa Revolutica Seguros, tendo como seguradora a Bradesco Seguros. Roberto pagou para Cátia duas parcelas: uma de R$ 465 e outra no valor de R$ 462. Segundo a vítima, Cátia teria emitido um único recibo assinado como sendo da empresa Sinai Seguros, local onde ela trabalharia. No entanto, ontem (18) a Bradesco Seguros ligou para Roberto informando que a apólice será cancelada no dia 9 de abril por falta de pagamento. O fato foi registrado na DP como estelionato. Outra bucha – Josefina de Souza (58), moradora do bairro Águas Claras, também foi vítima de estelionato. A ex-cunhada de Josefina foi a uma loja de eletrodomésticos e efetuou compras com o CPF de Josefina, sem autorização. O assunto virou um Boletim de Ocorrências na Delegacia. Furto - Aurelino de Souza (82), morador da rua Riachuelo, no Centro,  relatou que ontem às 3 horas da tarde, na rua Azambuja, teve a carteira furtada contendo 110 reais em dinheiro. O fato foi registrado na DP. Prejuízo - José Bianchezzi (48), morador do bairro São Pedro, registrou na DP que no mês passado furtaram 200 reais em dinheiro, um vidro de perfume e três talões de cheques de dentro de sua residência. Uma das folhas de cheque foi assinada por outra pessoa e José teve um prejuízo de R$ 600.
Dúvidas ou Sugestões