O assassinato de Charles: homicida se apresenta à Polícia

Acompanhado de dois advogados e sem permitir fotos ou entrevistas, o homicida Antonio Carlos Ferreira (28), que na noite de sábado (8) matou o garoto Charles Rodrigo dos Santos Silveira (16) com uma facada no peito, foi apresentado ao delegado Juscelino Carlos Boos na tarde desta quarta-feira (12). A história apresentada ao delegado que preside o inquérito não é diferente do que já foi divulgado.

Antonio Carlos disse no depoimento que agiu em legítima defesa, pois a vítima e o irmão mais velho  estariam armados de facão. O irmão mais velho de Charles, que brigava com a namorada na frente da casa para onde Antonio Carlos havia mudado no mesmo dia, foi o pivô de uma briga generalizada que envolveu as duas famílias. Em seu depoimento o homicida contou onde escondeu a “faca de pão” que usou para matar o garoto.

O delegado disse no final da tarde que Antonio Carlos, que tem emprego e residência fixa, vai responder ao inquérito em liberdade. O álibi de Antonio Carlos vai ser ou não confirmado pela polícia, com depoimentos de outros envolvidos e de possíveis testemunhas. A arma do crime vai ser encaminhada ao Instituto Geral de Perícias (IGP).

Dúvidas ou Sugestões