Resumo das ocorrências na Segurança Pública

Cada uma - Na tarde de ontem (11) Almir Santana (23) perdeu o celular nas proximidades do Hospital de Azambuja. Quando chegou em casa, na rua Nova Trento, Almir ligou para o celular para ver se alguém o tinha localizado. Quem atendeu à chamada foi Adeilton Melquiades da Silva (35), morador do Santa Rita,  cujo filho menor tinha encontrado o aparelho. Os dois combinaram um encontro para a devolução do aparelho. Acompanhado de um amigo, Almir foi à residência de Adeilton. Para que o aparelho fosse devolvido, Adeilton cobrou R$ 100 de Almir. Não deu outra: os dois caíram no pau. A PM foi acionada e o caso foi parar na DP. Almir voltou pra casa com o celular. Sem pagar nada. Na praia - Dolores de Fátima de Arruda (41) registrou na DP que após retornar ao carro que havia estacionado em um estabelecimento comercial na cidade de Balneário Camboriú, viu que larápios tinham arrombado o carro e furtado os documentos de uma moto CG Titan Fan, um óculos de grau e o aparelho de CD. Dolores mora na rua Santa Cruz, no bairro Águas Claras. Covardia - Uma mulher de 32 anos de idade residente na rua João Caetano, no bairro São Pedro, vive maritalmente com Juliano Belz (30) há dois anos. Há cerca de duas semanas ela terminou o relacionamento. Na noite de domingo (8), às 10 horas da manhã, ela estava com pessoas amigas em uma associação no bairro Bateas quando Juliano apareceu pedindo R$ 10 para jogar sinuca. Ela se negou e ele a empurrou. A mulher foi pra casa. Em pouco tempo ele bateu na porta, mas ela não abriu. Juliano então quebrou uma janela, entrou na casa e foi pra cima da mulher, que tentou em vão chamar a polícia. Juliano conseguiu tirar o celular dela e, em seguida a agrediu com socos, arranhões e puxões de cabelo, tudo na frente do filho dela. Depois de tudo, ele fugiu. E sem os R$ 10. Clone - Dois saques indevidos foram feitos da conta de Maristela Gilli (22) no banco HSBC. A moça verificou que entre os dias 4 e 7 de março foram sacados R$ 1.095 em duas retiradas não autorizadas. Furto - Viviane Correa (21), proprietária de um estabelecimento que comercializa caldo de cana na rua General Osório, no bairro Guarani, registrou na DP que na madrugada desta terça-feira (11) pessoas não identificadas quebraram algumas telhas do barzinho e o forro, cortando a fiação do alarme e fios de energia. Do interior furtaram pacotes de cigarros, 40 reais em moedas e algumas bebidas. Furto 2 - Jonatan Carvalho (20) registrou na DP que na madrugada de ontem (10) entraram pela porta de trás em sua residência, no bairro Cerâmica Reis, de onde furtaram um aparelho de DVD, um de karaokê e um computador. Furto 3 - Juliana Ristow (28), funcionária da Unimed de Brusque, registrou na DP que ontem (10) uma pessoa não identificada furtou da sala de reunião daquela cooperativa médica um aparelho note book e um data show. Furto 2 - A loja de veículos Luana Automóveis, que fica na avenida Dom Joaquim, teve a janela do escritório arrombada entre sábado (8) e domingo (9), de onde furtaram um computador, um frigobar e uma cafeteira. Larápio - Não adianta. Pau que nasce torto... O Nicélio Matias foi detido mais uma vez pela Polícia Militar. Desta vez ele havia invadido o terreno de uma residência na rua Duque de Caxias, no Jardim Maluche, por volta do meio dia. Ele já estava na lavanderia da casa quando vizinhos ligaram para o 190. O caco foi conduzido à DP para mais uma vez ser registrado por tentativa de furto. Nicélio tem passagens por furto e já cumpriu pena no presídio de Blumenau. Não faz muito tempo esse mesmo bandido invadiu o colégio Cônsul, de onde furtou guloseimas. Ele foi ouvido e liberado.
Dúvidas ou Sugestões