Julgamento do governador foi adiado

Pela terceira vez o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu na noite desta quinta-feira (21) a decisão sobre a possível cassação do governador Luiz Henrique da Silveira. Como o vice-governador Leonel Pavan não foi ouvido durante o processo, tudo volta à estaca zero para que ele seja incluído na ação movida contra a coligação Todos por Santa Catarina. O processo foi movido pela coligação Salve Santa Catarina, encabeçada por Esperidião Amin, e acusa LHS de possível propaganda ilegal e abuso do poder econômico nas eleições de 2006.

Os três primeiros votos contrários ao governador foram anulados. Se for cassado, Luiz Henrique se torna inelegível por três anos.

Dúvidas ou Sugestões