Brusque 0x1 Avaí: situação fica difícil

Está um tumulto só! Essa é a situação do lado de fora do estádio Augusto Bauer para a partida do Brusque Futebol Clube contra o Avaí, na última partida da 9ª rodada do Catarinense de Futebol. Centenas de torcedores não conseguiram entrar no estádio. Prioridade foi dada aos que guardaram o tíquete da partida de ontem, que foi adiada em função das fortes chuvas. Coube à Polícia Militar estimar a lotação do Augusto Buer e bloquear a entrada de torcedores além da capacidade.

O técnico Nasareno Silva começa a partida com Alessandro, Radson, Romão, tom, Arley, André Luiz, Mayer, Alemão, Catê, Alemão, Juninho Laguna e Paulinho. Na reserva, Alex, Sandro Guerreiro, Carlinhos, Israel, Valdo, William Gaúcho e Buiú.

O Brusque pressiona o Avaí neste início de partida. PM de Brusque pede apoio ao policiamneto de Blumenau. Torcedores estão buscando ver a partida de telhados e muros adjacentes ao estádio. A segurança é precária.

Aos 10 minutos, dois escanteios para cada lado. O Brusque ainda não chutou contra o gol avaiano.

Vinte minutos e o Brusque ainda não chegou ao gol do Avaí.

Aos 30 minutos, o Brusque tem cinco escanteios a favor e quatro contra. Mayer levou cartão amarelo. O jogo é corrido.

No resumo do primeiro tempo, o Brusque teve sete escanteios a favor e nove contra; chutou errado em gol duas vezes, contra três dos avaianos; não chutou nem uma bola em gol, enquanto o Avaí teve três finalizações corretas; cometeu cindo faltas e o Avaí nove; e, um cartão amarelo para cada lado.

Começa o segundo tempo, com reforço da PM de Blumenau.

Por pouco Catê não abre o placar aos cinco minutos. A bola bateu na trave e Paulinho errou a cabeçada. Juninho Laguna perde mais uma chance de gol aos 19 minutos. O Brusque já tem 12 escanteios a favor. O estreiante Mayer é expulso aos 24 minutos.

Vandinho faz 1 a 0 para o Avaí, aos 40 minutos. Ele é o artilheiro do campeonato. Aos 45 o Avaí chuta uma bola na trave.

Final do jogo.

 

Dúvidas ou Sugestões