Imperícia, imprudência, negligência ou sorte?

A mureta que divide a pista com a passarela de pedestres foi o que evitou a queda no rio Itajaí-mirim do Gol AMJ-0824, de Balneário Camboriú, pouco antes do meio-dia desta sexta-feira (15).
O motorista  Dulhan do Nascimento (19) e outras três pessoas que estavam no carro, vinham pela rua Luiz Gonzaga Werner, no sentido Steffen-Santa Terezinha, quando sobre a ponte próximo do Clube Santos Dumont por muito pouco não viveram uma tragédia.
A avó do motorista, Belina Nascimento (71), precisou ser removida pelos Bombeiros com queixas de fortes dores na coluna e no tórax. Só depois que ela foi retirada do banco dianteiro os outros três ocupantes puderam sair do carro, sem ferimentos.
O veículo, em bom estado de conservação e com pneus aparentemente novos, sofreu comprometimento da estrutura. O motorista, assustado, não quis falar com a imprensa.

Dúvidas ou Sugestões