Mulher aguarda há um ano para realizar exame

Luzia Gomes (46), residente na rua Nova Trento, no Azambuja, ao se submeter a exames de rotina em janeiro deste ano, o médico solicitou que fosse realizada uma mamografia. Após o exame, Luzia retornou para a chamada reconsulta. Ao analisar o resultado, o médico informou que o exame apontava para um possível problema e que seria necessário realizar um novo exame, com urgência, para dirimir qualquer dúvida.

Luzia, seguindo a orientação médica e com a receita de solicitação do exame em mãos, buscou atendimento. Porém, de janeiro até novembro, segundo ela, ainda não conseguiu realizar a ultrassonografia.

No primeiro agendamento, o exame passou de janeiro para julho. Chegando próximo ao dia, esse foi adiado para outubro. Chegando em outubro, novamente o exame foi adiado, desta vez para novembro.

Após vários meses de espera, mais uma vez o exame foi adiado. Motivo dado à Luzia: o equipamento teria apresentado problemas.

E, a ultrassonografia passou para 2012.

Segundo a prefeitura, ocorreu um desencontro de informações. Inicialmente, o nome de Luzia não constaria no Sistema de Regulação do SUS (Sisreg), o que foi prontamente contestado pela família da mulher, pois desde janeiro ela busca atendimento no Posto de Saúde da rua Nova Trento.

Se o nome de Luzia não constasse no Sisreg, ela não conseguiria ter sido atendida e nem agendado o exame. Outra possibilidade nesse desencontro de informações é que o endereço e telefone de Luzia não eram compatíveis com o que estava registrado no sistema.

A secretaria de Saúde informou que Luzia estará realizando o exame de ultrassonografia nesta sexta-feira (25), às 8 horas, no Hospital de Azambuja. 

Dúvidas ou Sugestões