Uma vacina contra três tipos de vírus

Com a chegada do frio, a replicação dos vírus da gripe aumenta. Preocupados com os últimos surtos da doença no mundo, o governo federal brasileiro continua nesse ano com a campanha de vacinação contra influenza. Mas que vacina é essa? E do que protege?

A vacina da campanha de 2013, que inicia nesta segunda-feira (15) e vai até o dia 26 de abril, é chamada de influenza trivalente. Ela engloba três cepas diferentes do vírus da gripe. Contempla o vírus da gripe A (H1N1), que já causou pandemia na em várias regiões, o H3N2, uma vacina que traz fragmentos do vírus que causou um surto nos Estados Unidos no final do ano passado, e, também, o tipo B, que é da gripe comum. É uma vacina diferente de 2012, por isso a importância de se receber a dose novamente.

Serão 23,8 mil doses para Brusque no setor público. As pessoas que se encaixam no grupo para receber a vacina de forma gratuita são os idosos, as gestantes, crianças menores de dois anos, profissionais da saúde, puérperas (mulheres no período de resguardo), os doentes crônicos, portadores de HIV ou imune deprimidos devido ao câncer, além dos prematuros que nasceram antes do oito mês de gestação.

É importante destacar que os doentes crônicos devem apresentar receita com prescrição do médico, solicitando a vacinação. Estão proibidas de tomar a vacina as pessoas que já tiveram algum tipo de reação vacinal ou aquelas que têm alergia à proteína do ovo.

De acordo com Mirian Regina Fuch, enfermeira de uma clínica especializada em vacinas, a aplicação das doses é importante porque ela vai prevenir a contaminação do vírus influenza. “Ele é altamente virulento, acomete bastante a parte respiratória e replica muito fácil. Por isso a importância da prevenção, que se dá pela vacinação”.

Segundo ela, a vacina pode demorar entre 15 a 20 dias para fazer efeito. Por isso a época ideal para a vacinação é o outono. “O vírus circula o ano inteiro, mas por causa do comportamento, ele se replica mais no inverno”, relembra a enfermeira.

Segundo Grasiela Costa, coordenadora da vigilância epidemiológica de Brusque, não é comum haver reação por parte do organismo. “Algumas pessoas reclamam que, após tomarem a vacina, elas ficam gripadas. Na verdade, o que ocorre é que, antes de receber essa vacina, essas pessoas tiveram contato com o vírus da gripe. Aí quando ela é vacinada, o organismo produz anticorpos e ela pode manifestar espirros, tosse, entre outros sintomas. Mas isso é uma reação do próprio organismo, que está sendo desencadeado agora”.

Caso alguém já apresente sintomas da gripe - febre, dor no corpo e dor de garganta - deve procurar uma unidade de saúde. Se o médico suspeitar de influenza, o paciente já será encaminhado para medicação, que será feita através do medicamento Tamiflu.

Na próxima reportagem, você vai saber sobre os cuidados com o transporte das doses e quais locais em Brusque estão autorizados a dispor de local adequado para a aplicação das vacinas.

Dúvidas ou Sugestões

Motociclista de Brusque se envolve em grave acidente em São João Batista

Por volta das 08h deste sábado (23) no km 24 da Rodovia SC-410, no município de São João Batista ocorreu um acidente de trânsito com vítima grave. Envolveram-se no acidente os veículos Mercedes Benz/Atron 1317 com placas de Antônio Carlos e a motocicleta Honda/CB 300R com placa de Brusque. O motociclista foi socorrido em estado grave pelo ASU do Bombeiro e encaminhado ao hospital São João Batista. Já o motorista do...
Continuar lendo...

Guabiruba confirma mais seis novos casos de coronavírus

De acordo com o boletim epidemiológico de Guabiruba, seis novos casos de Covid-19, foram confirmados hoje (03), na cidade. Três mulheres e três homens testaram positivo para o vírus. No total, Guabiruba registra 4100 casos de Covid-19, destes, 4036 estão recuperados e 17 estão ainda ativos. O Centro de Triagem detectou 14 casos suspeitos, mas não há nenhum cidadão internado. 47 pessoas vieram a óbito por conta do...
Continuar lendo...

Defesa Civil Estadual emite nova previsão de chuva

A Defesa Civil de Brusque informa que a previsão de chuva entre sábado e domingo, 21 e 22, foi atualizada pela Defesa Civil Estadual e a nova expectativa é de que as regiões do Vale do Itajaí, Grande Florianópolis, Litoral Norte e Planalto Norte recebem uma média de 30 a 40mm de chuva, com pontuais mais significativos que podem chegar a 60 e 80mm. Na tarde e noite de domingo, a maior parte do Estado permanece com muitas nuvens, sendo que durante a tarde de domingo a chuva de diminuir,...
Continuar lendo...