Promotor de Justiça negocia vagas em presídios

Exclusivo! O juiz Cláudio Valdyr Helfenstein agendou para 14 horas desta quarta-feira (19), a pedido do Promotor de Justiça da Vara Criminal da Comarca de Brusque, Murilo Mattos, uma audiência conciliatória com o Procurador do Estado de Santa Catarina, para resolver a questão das celas da Delegacia de Polícia de Brusque que, apesar de interditadas judicialmente por meio de decisão liminar, continuam sendo usadas para o encarceiramento de presos.

Mattos adiantou que é possível suspender a ação, caso a Procuradoria do Estado concorde em abrir pelo menos 15 vagas para presos da Comarca de Brusque em presídios da região. O período de transição até a construção da Unidade Prisional Avançada (UPA) é tido por Murilo Mattos como sendo crítico.

O Promotor espera “sair de lá (da audiência), quem sabe, com uma proposta conciliatória pelo menos decidida” documentalmente.

Dúvidas ou Sugestões