Câmara de Guabiruba encerra trabalhos com ânimos exaltados

A última sessão legislativa da Câmara Municipal de Guabiruba terminou em trocas de farpas entre os vereadores da situação e de oposição. Com os ânimos exaltados, o vereador Carlos Odisi utilizou a tribuna para falar de seu descontentamento em relação à presidência da casa. Na avaliação dele, o vereador Sérgio Baungartner teria gasto muito dinheiro desnecessariamente. O presidente da Câmara se justificou acusando o prefeito.


Odisi citou como exemplo de despesas extraordinárias a contratação de um chefe de gabinete. O cidadão, um profissional em filmagens, teria sido convidado para registrar as sessões em vídeo. Um Mandato de Segurança impetrado por Baumgartner contra o prefeito Orides Kormann por conta da não prestação de contas de uma viagem ao exterior, motivou a abertura de uma ação na Justiça.


O problema é que Baumgartner não pôde contar com a  assessoria jurídica da Casa, por esta ser impedida legalmente de atuar contra o município. A presidência da casa se viu na obrigação de contratar um advogado particular. As despesas com a ação foram orçadas em R$ 3,5 mil e seriam pagas com dinheiro público.

Dúvidas ou Sugestões