Alonso Torres se diz apaixonado pela profissão

Após pouco mais de 1 ano afastado de Brusque, Alonso Torres reassumiu nessa sexta-feira (16) o cargo de delegado da Comarca. Ele passa a ser responsável pelos inquéritos que eram investigados por Fernando de Faveri.

Segundo Alonso, após receber uma promoção ele teve a oportunidade de escolher a cidade para trabalhar. Como já esteve em Brusque e aqui constituiu família, o policial decidiu voltar.

O delegado está há 30 anos na Polícia Civil e há 15 no cargo de delegado. Ele já passou pelas cidades de Mafra, Tijucas, Balneário Camboriú, Blumenau, Sombrio e Brusque. Alonso se declara um apaixonado pela polícia civil, motivo que o leva a trabalhar de forma séria e com grande aceitação por parte de toda comunidade por onde passa.

Alonso comentou que ainda não conseguiu tomar conhecimento de todos os inquéritos em andamento. Mas, que já conversou com o titular, Juscelino Carlos Boos, sobre a delegacia. Alonso ressaltou que, no período em que esteve fora de Brusque, percebeu alguns avanços na DP da Comarca, como a chegada de um perito do Instituto Geral de Perícias (IGP), além da instalação da Delegacia da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso.

No entanto, ele falou que mesmo com a dedicação e capacidade do efetivo policial de Brusque, ainda é difícil trabalhar com um número de funcionários tão reduzido.

Dúvidas ou Sugestões