Pedágio do Anjos do Peito rendeu o melhor resultado para a entidade

Durante a manhã do último sábado (11), o Instituto Catarinense Anjos do Peito realizou mais uma edição de seu pedágio solidário em diversos pontos da cidade. E o resultado obtido, quase R$ 11 mil, foi o melhor de todos os pedágios realizados pela entidade até então.

Segundo a voluntária Angelina Lucia Tarter, toda a verba arrecadada com a contribuição da comunidade dá uma garantia de tranquilidade no pagamento das despesas fixas do instituto, que vive de doações e presta serviço gratuito para as mães de Brusque.

Angelina lembra que nas outras edições do pedágio, o valor máximo que era conseguido girava em torno dos R$ 7 a 8 mil, e desta vez uma quantidade maior foi conseguida. Esses valores serão destinados para pagamento de energia, internet, telefone, gasolina, entre outras despesas já fixas da entidade.

E já neste sábado (18), mães que foram atendidas pelo Anjos do Peito resolveram de alguma forma retribuir o auxílio. Elas estão organizando um bingo que será realizado a partir das 15h, no Lá Na Chácara, em Botuverá. A cartela pode ser adquirida na hora do evento ou antecipadamente na sede da entidade, no bairro Azambuja, ao valor de R$ 10.

Além do bingo, será realizado um brechó, feira de adoção de animais, além da venda de bolos no local. Todo o valor arrecadado será revertido para o instituto.

"Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte."



Antes de comentar leia os


Sesi Escola de Brusque abre inscrições para curso de robótica

10 dias atrás

A era da tecnologia e da inovação traz a necessidade do desenvolvimento de novos conhecimentos e aptidões. Pensando nisso, a Unidade Brusque do SESI Escola está com inscrições abertas para o seu curso de Robótica, voltado a crianças e adolescentes de toda a comunidade brusquense. Além de conhecer e utilizar recursos tecnológicos de ponta, os participantes aprenderão a trabalhar em equipe, criar e administrar projetos com LEGO, Arduíno e outras ferramentas diferenciadas. De acordo com a coordenadora de educação do SESI, Sandra Freitas, as oficinas 100% práticas acontecerão no SENAI Brusque, que está situado na Avenida 1º de Maio, 670, no Bairro Primeiro de Maio. Além dos diversos tipos de robôs, os jovens aprenderão a construir projetos como carro de corrida, roda gigante, elevador, helicóptero, entre outros.  “Atenderemos alunos de seis a 10 anos e de 11 a 16 anos de toda a comunidade de Brusque. Ainda estamos definindo os horários, mas é importante que todos os interessados façam suas pré-inscrições”, enfatiza. Tendência mundial na educação, o ensino de robótica para crianças e adolescentes traz noções multidisciplinares aos participantes. Ensinamentos sobre matemática, física, mecânica, eletrônica, design e informática estão inclusos dentro do curso, que terá um investimento de R$ 97,50 por parte do interessado. Para efetuar a inscrição e saber mais informações, basta entrar em contato através dos telefones 47 3251-8933 e 47 3251-8932 ou através do e-mail louise.dorow@edu.sesisc.org.br Robótica no SESI A robótica faz parte dos conteúdos oferecidos aos alunos regularmente matriculados no SESI Escola de Brusque. A participação e o bom desempenho dos jovens em competições tecnológicas faz com que a instituição de ensino tenha know how no ensino da matéria. Em maio deste ano, por exemplo, seis alunos viajaram, junto de professores, até a Dinamarca, onde participaram do Open European Championship - campeonato internacional de robótica Lego, ocorrido em Aarhus. Acesse o site sesisc.org.gr/robotica para conhecer melhor o projeto de robótica desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria. Texto: Assessoria de Imprensa

Geral

Comitiva oficial alemã estará em Guabiruba para instalação de marco e para Badnertreffen

10 dias atrás

Nesta semana, uma comitiva oficial alemã de Baden-Württemberg estará na região com uma agenda voltada às questões políticas, acadêmicas, econômicas e culturais. O grupo de 27 pessoas, liderado por Christoph Schnaudigel, Landrat des Landkreises Karlsruhe (administrador distrital de Karlsruhe), fica no Vale do Itajaí de 13 a 19 de novembro. Na segunda-feira, às 18h, a comitiva estará no Centro Administrativo da Havan e na terça –feira visitará o litoral catarinense (Balneário Camboriú, Itapema e Porto Belo). Na quarta-feira, feriado da Proclamação da República, Guabiruba recebe os alemães com uma programação cultural. A partir das 10h30, uma cerimônia na Praça Theodoro Debatin (rua Brusque, Centro) inaugura um obelisco em homenagem aos imigrantes badenses. O marco ficará no local onde estava a estátua O Semeador. Um outdoor ao lado da praça traz a mensagem na língua alemã: Sejam muito bem-vindos. Aqui, todo mundo se sente em casa. Após a inauguração do marco, os presentes irão até o Salão Cristo Rei para a Badnertreffen – encontro das famílias de Baden. No local, será servido almoço e terá apresentações culturais, além de um café com cuca a partir das 14h. Todos os interessados podem participar das atividades. Os ingressos estão à venda na Fundação Cultural, Hospital, Câmara Municipal de Vereadores e Prefeitura por R$ 30 e os recursos serão destinados à Associação Hospitalar de Guabiruba. O prefeito Matias Kohler destaca que a comitiva vem da mesma região dos antepassados que migraram da Alemanha em 1860. “Esse reencontro fomenta as áreas culturais, de tecnologia, acadêmica, buscando o viés no segmento econômico. Já o obelisco vai simbolizar o estreitamento desses laços com os nossos antepassados”, destaca. Ele também explica que há alguns meses o prefeito Jonas Peagle solicitou que a estátua O Semeador, doada ao município de Guabiruba, voltasse para Brusque. “A necessidade da devolução da peça ocorreu em virtude do projeto das estátuas financiado pelo Governo Federal e que estava sendo cobrado na prestação de contas”, frisa o prefeito. Kohler será um dos anfitriões da delegação alemã juntamente com a Associação Catarinense de Intercâmbio e Cultura – ACIC e acompanhará a delegação na sua programação, que estará, ainda, em Florianópolis na quinta-feira, 16, nos seguintes locais: Sapiens Park, Fundação Certi, Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia –ACATE, Federação das Indústrias Catarinenses – FIESC, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Santa Catarina – FAPESC e Centro Administrativo do Governo de Santa Catarina. Na sexta-feira, 17, às 10h, a comitiva participa da inauguração da Estação Inteligente na Unifebe e às 15h na entrega da Estação Climática na Praça Sesquicentenário, em Brusque. No sábado, 18, o grupo visita Blumenau e Pomerode. Texto: Assessoria de Imprensa / Prefeitura de Guabiruba

Geral

Reforma trabalhista entra em vigor neste sábado com novas formas de contratação

13 dias atrás

A reforma trabalhista, que entra em vigor neste sábado (11), alteras regras da legislação atual e traz novas definições sobre pontos como férias e jornada de trabalho. Ao todo, foram alterados mais de 100 artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e criadas duas modalidades de contratação: trabalho intermitente (por jornada ou hora de serviço) e a e o teletrabalho, chamado home office (trabalho à distância). Veja alguns pontos que mudam com a reforma trabalhista: Negociação Como é Convenções e acordos coletivos poderiam estabelecer condições de trabalho diferentes das previstas na legislação apenas se conferirem ao trabalhador um patamar superior mais favorável ao que estiver previsto na lei. Como ficará Convenções e acordos coletivos poderão prevalecer sobre a legislação. É o chamado “acordado sobre o legislado”. Sindicatos e empresas podem negociar condições de trabalho diferentes das previstas em lei. Não podem ser negociados os direitos mínimos garantidos pelo artigo 7º da Constituição. Em negociações sobre redução de salários ou de jornada, deverá haver cláusula prevendo a proteção dos empregados contra demissão durante o prazo de vigência do acordo. Esses acordos não precisarão prever contrapartidas para um item negociado. No caso de empregados com nível superior e salário igual ou superior a duas vezes o limite máximo dos benefícios do INSS (R$ 5.531,31), os acordos individualizados se sobrepõem ao coletivo. Férias Como é As férias de 30 dias podem ser fracionadas em até dois períodos, sendo que um deles não pode ser inferior a 10 dias. Há possibilidade de um terço do período ser pago em forma de abono. Como ficará Poderão ser fracionadas em até três períodos, caso o empregador concorde, sendo que um deles não poderá ser inferior a 14 dias corridos. Os demais não poderão ser inferiores a 5 dias corridos cada um. Há vedação do início das férias dois dias antes de feriado ou repouso semanal.   Jornada de trabalho Como é A jornada é limitada a 8 horas diárias, 44 horas semanais e 220 horas mensais. O empregado pode fazer até duas horas extras por dia. Como ficará A jornada diária poderá ser de 12 horas com 36 horas de descanso, respeitando o limite de 44 horas semanais (ou 48 horas, com as horas extras) e 220 horas mensais. Tempo na empresa Como é A CLT considerava serviço efetivo o período em que o empregado está à disposição do patrão, aguardando ou executando tarefas. Como ficará Algumas atividades dentro da empresa deixam de ser consideradas parte da jornada de trabalho, como período para alimentação, higiene pessoal, lazer, troca de uniforme e estudo. Descanso Como é O trabalhador que exerce a jornada de 8 horas diárias tem direito a no mínimo uma hora e a no máximo duas horas de intervalo intrajornada para repouso ou alimentação. A indenização pelo intervalo suprimido, independentemente se parcial ou total, era de uma hora extra. Como ficará O intervalo poderá ser negociado, desde que seja no mínimo de 30 minutos. Se o empregador não conceder o intervalo mínimo para almoço ou concedê-lo parcialmente, o funcionário poderá deverá ser indenizado com acréscimo de 50% do valor da hora normal de trabalho, percentual que deverá incidir apenas sobre o tempo não concedido. Remuneração Como é A remuneração por produtividade não pode ser inferior à diária correspondente ao piso da categoria ou salário mínimo. Comissões, gratificações, percentagens, gorjetas e prêmios integram os salários. Como ficará O pagamento do piso ou salário mínimo deixa de ser obrigatório no cálculo da remuneração por produtividade. Além disso, trabalhadores e empresas poderão negociar todas as formas de remuneração, que não precisarão fazer parte do salário. Transporte Como é O tempo de deslocamento para ir e vir ao trabalho é contabilizado como jornada de trabalho, desde que seja em transporte oferecido pela empresa – quando a localidade tem falta de transporte público ou de difícil acesso. Como ficará O tempo despendido até o local de trabalho e o retorno, por qualquer meio de transporte (oferecido pela empresa, público ou particular) não será mais computado na jornada de trabalho. Trabalho intermitente (por período) Como é A legislação atual não contempla essa modalidade. Como ficará O trabalhador poderá ser pago por período trabalhado, recebendo em horas ou diária. Ele terá direito a férias, FGTS, previdência e décimo terceiro salário proporcionais. No contrato, deverá estar definido o valor da hora de trabalho, que não pode ser inferior ao salário-mínimo por hora ou à remuneração dos demais empregados que exerçam a mesma função. O empregado deverá ser convocado com, no mínimo, três dias corridos de antecedência. No período de inatividade, pode prestar serviços a outros contratantes. Trabalho remoto (home office) Como é A legislação não contempla essa modalidade. Como ficará Tudo o que o trabalhador usar em casa será formalizado com o patrão via contrato, como equipamentos e gastos com energia e internet. O controle da prestação de serviços será feito por tarefa. Trabalho parcial Como é A CLT prevê jornada máxima de 25 horas por semana, sendo proibidas horas extras. O trabalhador tem direito a férias proporcionais de no máximo 18 dias e não pode vender dias de férias. Como ficará A jornada poderá durar até 30 horas semanais, sem possibilidade de horas extras semanais ou de 26 horas semanais ou menos, com até 6 horas extras, pagas com acréscimo de 50%. Um terço do período de férias pode ser pago em dinheiro. Demissão Como é Quando o trabalhador pede demissão ou é demitido por justa causa, não tem direito à multa de 40% sobre o saldo do FGTS nem à retirada do fundo. Em relação ao aviso prévio, a empresa pode avisar o trabalhador sobre a demissão com 30 dias de antecedência com cumprimento do prazo trabalhado pelo empregado ou pagar o salário referente ao mês sem que o funcionário precise trabalhar. Como ficará Além das modalidades anteriores de extinção, o contrato de trabalho poderá ser extinto encerrado de comum acordo, com pagamento de metade do aviso-prévio e metade da multa de 40% sobre o saldo do FGTS. O empregado poderá ainda movimentar até 80% do valor depositado pela empresa na conta do FGTS, mas não terá direito ao seguro-desemprego. Danos morais Como é Os juízes estipulam o valor em ações envolvendo danos morais. Como ficará Passa a valer uma tarifação dos danos morais. A lei impõe limite ao valor a ser pleiteado pelo trabalhador, estabelecendo um teto para cada pedidos de indenização conforme o grau do dano. No caso de ofensas graves cometidas pelo patrão, a indenização deve ser de, no máximo, 50 vezes o último salário contratual do ofendido. Passa a prever também o direito de as empresas demandarem reparação por danos morais. Contribuição sindical Como é A contribuição sindical é obrigatória. O pagamento é feito uma vez ao ano, por meio do desconto equivalente a um dia de salário do trabalhador. Como ficará A contribuição sindical será opcional, condicionada à autorização prévia e expressa do trabalhador. Terceirização Como é A terceirização era permitida penas para atividades meio, como serviços de limpeza da empreda. No início deste ano, entrou em vigor lei, sancionada pelo presidente Michel Temer, que permite a terceirização em todas as atividades da empresa. Como ficará Continua valendo a terceirização para todas as atividades da empresa. Haverá uma quarentena de 18 meses impedindo que a empresa demita o trabalhador efetivo para recontratá-lo como terceirizado. O texto prevê ainda que o terceirizado deverá ter as mesmas condições de trabalho dos efetivos, como atendimento em ambulatório, alimentação, segurança, transporte, capacitação e equipamentos adequados. Gravidez Como é Mulheres grávidas ou lactantes estão proibidas de trabalhar em lugares com qualquer grau de insalubridade. Não há limite de tempo para avisar a empresa sobre a gravidez. Como ficará Gestantes e lactantes não poderão trabalhar em atividades que tenham grau máximo de insalubridade. Em atividades de grau médio ou mínimo de insalubridade, a gestante deverá ser afastada quando apresentar atestado de saúde de um médico de sua confiança. As lactantes dependem de atestado médico para afastamento de atividade insalubre em qualquer grau. Rescisão contratual Como é A homologação da rescisão contratual de trabalhador com mais de 12 meses de emprego deveria ser feita em sindicatos. Como ficará A homologação da rescisão do contrato de trabalho pode ser feita na empresa, na presença dos advogados do patrão e do funcionário – que pode contar com assistência do sindicato.

Geral
Subir