Governo estima impacto de R$ 12 bilhões com mínimo de R$ 979

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo no próximo ano. Os números foram levantados pela Agência Brasilcom base em estimativas do Anexo de Riscos Fiscais da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), aprovada pelo Congresso Nacional na última quinta-feira (13).

A LDO define os parâmetros e as metas fiscais para a elaboração do Orçamento do ano seguinte. Por determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal, contém um anexo com os riscos para as contas públicas no curto e no longo prazo. De acordo com esse relatório, cada R$ 1 de aumento no salário mínimo tem impacto de R$ 301,6 milhões nos benefícios previdenciários, sociais e trabalhistas pagos pelo governo. Como o salário mínimo subirá R$ 42, o impacto total será de quase R$ 13 bilhões.

A maior parte dos gastos extras virá da Previdência Social, cujo déficit subirá em R$ 8,6 bilhões no próximo ano apenas por causa do reajuste do salário mínimo. O impacto pode ser amenizado com uma eventual recuperação da economia que aumente o emprego formal e reduza o rombo nas contas da Previdência.

A segunda fonte de impacto do novo salário mínimo será nos benefícios da Lei Orgânica de Assistência Social (Loas), cuja despesa aumentará em R$ 2,2 bilhões em 2018. Em seguida vêm os benefícios trabalhistas – abono salarial e seguro desemprego –, que terão alta de R$ 1,8 bilhão. Por fim, os gastos com a renda mensal vitalícia – auxílio para pessoas incapacitadas que parou de ser concedido nos anos 90, mas que ainda é pago a beneficiários com direito adquirido – se elevarão em R$ 50,4 milhões.

Desde 2012, o salário mínimo é reajustado pela inflação do ano anterior pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede o custo de vida das famílias mais pobres, mais o crescimento da economia de dois anos anteriores. Por lei, a regra atual vai até 2019. Como o Produto Interno Bruto (PIB – soma dos bens e serviços produzidos) caiu 3,6% no ano passado, o salário mínimo de 2018 foi corrigido unicamente pela inflação.

Perspectivas

Com uma meta de déficit primário (resultado negativo sem os juros da dívida pública) de R$ 129 bilhões para o próximo ano, o desafio para o governo alcançar o resultado pretendido aumenta com o crescimento das despesas obrigatórias, como as corrigidas pelo salário mínimo. De acordo com a Instituição Fiscal Independente, órgão consultivo do Senado criado para monitorar as contas públicas, o governo terá dificuldades para cumprir a meta se nenhuma reforma fiscal for aprovada e a economia continuar com baixo crescimento.

O órgão do Senado projeta déficit primário (resultado negativo desconsiderando os juros da dívida pública) de R$ 144,1 bilhões este ano, de R$ 167 bilhões em 2018, de R$ 135,6 bilhões em 2019 e de R$ 108,2 bilhões em 2020. As estimativas da LDO apontam uma meta de déficit primário de R$ 139 bilhões para este ano, R$ 129 bilhões em 2018, R$ 65 bilhões em 2019 e um superávit primário de R$ 10 bilhões em 2020

Criada em dezembro do ano passado por resolução do Senado Federal, a Instituição Fiscal Independente produz relatórios, notas técnicas, banco de dados e projeções econômicas que são levadas em conta pelos parlamentares na análise de projetos de lei e de medidas do governo. O órgão pode agir tanto por iniciativa própria como quanto por demandas específicas de senadores.

Mesmo com a política atual de reajuste, o salário mínimo continua abaixo do necessário. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e de Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo necessário deveria ter sido de R$ 3.727,19 em junho. A entidade calcula o valor mês a mês, com base na determinação constitucional de que o salário mínimo cubra as despesas de alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e Previdência de um trabalhador e de sua família.

"Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte."



Antes de comentar leia os


Início da semana com previsão de frio intenso

11 dias atrás

De acordo com o boletim meteorológico divulgado pela Epagri/Ciram ao final da tarde de sexta-feira (14) para os próximos dias haverá declínio acentuado de temperatura, com mínima ocorrendo no final do dia no Estado, devido ao avanço de uma intensa massa de ar polar. O vento sul, moderado com rajadas de 50 a 70 km/h, aumenta a sensação de frio.  Condição de neve entre o fim da manhã e início da noite, especialmente na serra catarinense. Temperatura baixa, negativa (-2°C a -7°C) com geada ampla nas áreas altas do Oeste ao Planalto; próxima de 0°C com geada isolada no Alto e Médio Vale do Itajaí e região serrana de Florianópolis. O frio também será intenso no Litoral, com temperatura mínima de 3°C a 6°C e condição de geada isolada.

Geral

Confira resultados dos Comunitários de Brusque

12 dias atrás

As mulheres do Bolão Bola 23 iniciaram nesta sexta-feira (14) a disputa da modalidade. Maluche, Bateas, São Luiz, São Pedro e Águas Claras participaram dos arremessos no Clube de Caça e Tiro Araújo Brusque. O melhor desempenho foi da comunidade do São Luiz, com 607 pinus, seguido por Bateas, 537, e Águas Claras, 536 (ver todos os resultados abaixo) Bolão Bola 23 feminino – 1ª passada Local: Clube Caça e Tiro Araújo Brusque – Início às 19h 1º São Luiz – 607 2º Bateas – 537 3º Águas Claras – 536 4º São Pedro - 524 5º Maluche - 446 Classificados no futebol sênior  Os semifinalistas do futebol sênior foram conhecidos nesta sexta-feira. Os classificados saíram dos jogos realizados no Clube Guarani e no Cedrense. No primeiro local, o Paquetá avançou para pegar o São Pedro após vencer o Poço Fundo por 1 a 0. O gol único do jogo foi marcado por Ismar Legal, já próximo ao fim da partida. O São Pedro garantiu a vaga após vencer o Zantão por 3 a 1. Clóvis Boos (duas vezes) e Everaldo Pansera marcaram os gols.  No Cedrense, os classificados foram Steffen e Dom Joaquim que agora se enfrentam em busca de uma vaga na final. A primeira comunidade venceu o Tomaz Coelho por 2 a 1 nos pênaltis após uma 0 a 0 no termo normal. A outra, com gols de Roni Hort e Marcio Riecken ganhou do Souza Cruz por 2 a 1. (Veja na tabela abaixo como ficaram os confrontos e as datas das semifinais). Futebol Suíço Sênior – Quartas de final 19h30 – Steffen (3) 0x0 (2) Tomaz Coelho (Jogo no Cedrense) 20h30 – Dom Joaquim 2x1 Souza Cruz (Cedrense) 19h30 – São Pedro 3x1 Zantão (Guarani) 20h30 – Paquetá 1x0 Poço Fundo (Guarani) Semifinais – Dia 21/7 São Pedro x Paquetá Steffen x Dom Joaquim Definidos as oitavas do futsal livre A primeira fase do futsal livre encerrou com a definição das duas últimas vagas do grupo H e uma do grupo G. Nesta última chave, o Volta Grande venceu o Poço Fundo por 6 a 3 e ficou com a segunda colocação da chave. O time encerrou com 3 pontos, contra nenhum do rival. A liderança do grupo ficou com o Bateas, que somou 6 pontos.  O Bateas pega agora o Souza Cruz, que segurou um empate em 4 a 4 com o Barra de Águas Claras e garantiu a classificação num jogo emocionante. O time finalizou com 2 pontos, enquanto o rival ficou com 1. A liderança terminou com o 1º de Maio, com 4. Esta última comunidade enfrenta agora o Volta Grande na próxima fase, realizada nos dias 18, 20 e 21 de julho. O outro jogo da noite foi entre Santa Luzia e Zantão. O Zantão venceu por 3 a 1 e também se classificou. Pega agora o Limeira (ver tabela abaixo). Futsal livre masculino – Jogos na Arena Brusque 19h15 – Santa Luzia 1x3 Zantão (Grupo F) 20h15 – Volta Grande 6x3 Poço Fundo (Grupo G) 21h15 – Barra de Águas Claras 4x4 Souza Cruz (Grupo H) Futsal Livre – Oitavas de final – Jogos na Arena Brusque Dia 18 19h15 – São Luiz (1ºA) x Azambuja (2ºB) 20h15 – Centro (1ºC) x Nova Brasília (2ºD) 21h15 – Limeira (1ºE) x Zantão (2ºF) Dia 20 19h15 – Bateas (1ºG) x Souza Cruz (2ºH) 20h15 – 1º de Maio (1ºH) x Volta Grande (2ºG) 21h15 – Ponta Russa (1º F) x Cedrinho (2º E) Dia 21 19h15 - Águas Claras (1ºD) x Dom Joaquim (2ºC) 20h15 – Rio Branco (1ºB) x Rua Nova Trento (2ºA) Rua Nova Trento e São João se classificam na bocha Uma noite atípica marcou a disputa da bocha vale tudo masculina. Na Sociedade Rio Branco, pelo grupo D, uma queda de energia interrompeu as partidas entre Rio Branco e Santa Rita e Limeira e Volta Grande. Agora, a comissão organizadora dos Jacobs avaliará com as equipes qual procedimento será adotado em razão do ocorrido.  Sem nada a ver com isso, Rua Nova Trento e São João garantiram a classificação após o São João ser declarado vencedor por WO sobre o Águas Claras em jogo no Clube Guarani. A equipe, no entanto, ficou com a segunda colocação em detrimento da Rua Nova Trento ter mais saldo de bolas. Já pelo grupo C, disputado na Sociedade Beneficente, tudo segue indefinido após os empates em 1 a 1 entre São Pedro e Poço Fundo e Bateas e Paquetá. Bocha Vale Tudo Masculina Grupo C – Sociedade Beneficente 19h30 – São Pedro 1x1 Poço Fundo 19h30 – Bateas 1x1 Paquetá Grupo D – Sociedade Rio Branco *19h30 – Rio Branco x Santa Rita *19h30 – Limeira x Volta Grande *Jogos não finalizados por falta de energia Grupo E 19h30 – São João WxO Águas Claras VEJA A PROGRAMAÇÃO DO JACOBS PARA O FIM DE SEMANA SÁBADO – 15/7 INÍCIO DO TÊNIS DE CAMPO MASCULINO  Local: Clube Esportivo Guarani – A partir das 9h para confirmação XADREZ MASCULINO E FEMININO Local: Praça de Alimentação da Fenarreco – Início às 14h para confirmação das equipes FUTSAL FEMININO – 3ª RODADA – JOGOS NA ARENA BRUSQUE 14h – Bateas x Zantão (Grupo A) 14h45 – Dom Joaquim x Santa Rita (Grupo A) 15h30 – Limeira x Águas Claras (Grupo B) 16h15 – Tomaz Coelho x São Pedro (Grupo B) 17h – Rua Nova Trento x Steffen (Grupo C) CICLISMO MOUNTAIN BIKE Local: Pátio da empresa RVB Malhas – Estrada da Fazenda Concentração: 14h30 – Largada - 15h DOMINGO – 16/7 TÊNIS DE CAMPO MASCULINO – CONTINUIDADE Local: Clube Esportivo Guarani SINUCA Local: Kao's Bar (Rua Tiradentes) A partir das 8h30 para confirmação dos atletas VÔLEI DE PRAIA MASCULINO E FEMININO Local: Clube Esportivo Guarani A partir das 9h para confirmação das equipes

Geral

Prefeitura inicia solução de drenagem no Ponta Russa no dia 17

12 dias atrás

A Secretaria de Obras iniciará na próxima segunda-feira (17), os serviços para a solução de drenagem da rua Maria Salete Masiero Pedroso, no bairro Ponta Russa. A tubulação da via precisará ser totalmente substituída, já que por conta de um loteamento, os tubos foram entupidos e a rede de drenagem ficou comprometida. Com o intuito de atender a solicitação dos moradores, o órgão fará o assentamento de mais de 400 tubos, entre 1,2 metro e 20 centímetros de diâmetro. Para que as peças sejam interligadas na rua João Tormena, a Secretaria de Trânsito e Mobilidade precisará interditar a via. Por conta das condições rochosas do solo, o trabalho será mais lento, podendo a interrupção da pista se estender por mais de 30 dias. A Setram conta com a colaboração dos transeuntes, visto que os serviços são necessários para a localidade. Trânsito Devido a interdição da via, os usuários do transporte coletivo precisam estar atentos a algumas mudanças. De acordo com a Setram, os passageiros da linha Rodízio Santa Cruz, poderão aguardar no ponto mais próximo do semáforo da rua Florianópolis e na praça, localizada na esquina das ruas João Tormena com a rua João XXIII. Já a linha Ponta Russa e Poço Fundo permanecem iguais. Os motoristas e ciclistas podem acessar a rua João Tormena pela rua João XXIII, rua Poço Fundo e Travessa Ponta Russa. 

Geral
Subir