Brusque vence o Remo e garante vaga para enfrentar o Corinthians

A noite de quinta-feira (16) foi histórica para o Brusque Futebol Clube. Dentro do Estádio Augusto Bauer, a equipe comandada por Pingo venceu o Clube do Remo pelo placar de 2 a 1, e garantiu a vaga para a segunda fase da Copa do Brasil. Além da classificação inédita, o time enfrentará o Corinthians no dia 1º de março.

Mantendo a escalação titular do último jogo, o Brusque foi atrás do gol de diversas maneiras. E de tanto pressionar, uma hora a vantagem aconteceu. Em belo lançamento de Mineiro, Carlos Alberto tocou a bola para Belusso, que num chute rasteiro, acertou o canto esquerdo de André Luís e abriu o marcador.

Vantagem aberta, o Brusque foi atrás do segundo gol, e acabou surpreendido nove minutos depois. Zé Antônio acertou um belo chute em cobrança de falta e empatou a partida, passando a classificação para os lados do time paraense. A chance de voltar a liderar o marcador veio na penalidade marcada aos 47 do primeiro tempo. Porém, Assis foi parado pelo goleiro do Remo.

Na volta do intervalo, o Brusque seguiu com a postura ofensiva, apesar do pênalti perdido anteriormente. E com a entrada de Eliomar no lugar de Assis, a equipe aumentou a velocidade, e logo nos primeiros lances voltou à vantagem. Em boa jogada pela esquerda, Belusso tocou rasteiro para Ricardo Lobo completar para o fundo das redes.

Com 2 a 1 no placar, o time teve outras oportunidades, e parou nas defesas de André Luís. E o Remo foi pressionando, mas parou na boa atuação da defensiva do Brusque, que segurou a vitória até o apito final de Daniel Nobre Bins. A festa foi iniciada no Estádio Augusto Bauer, pois pela primeira vez na história, o time passou de fase na Copa do Brasil. O compromisso com o Corinthians será no dia 1º de março, com mando de campo para o Brusque.

O presidente do Brusque, Danilo Rezini, confirmou à reportagem da Rádio Cidade que a diretoria vai analisar as conversas que podem acontecer para que o mando de campo seja negociado. Mas ele admitiu que a prioridade é manter a partida dentro do Augusto Bauer, por vários fatores. Além disso, patrocínios pontuais para o jogo foram oferecidos à diretoria.

Ficha Técnica

Brusque: Rodolpho, João Carlos (Boquita), Cleyton, Neguete e Willian (Michel Douglas); Mineiro, Carlos Alberto, Leílson e Assis (Eliomar); Belusso e Ricardo Lobo. Técnico: Pingo.

Remo: André Luís, Léo Rosa, Henrique (Lucas), Igor João, Zé Antônio e Tsunami; Caio (Jayme), Marquinhos e Fininho; Val Barreto e Edgar. Técnico: Josué Teixeira.

Arbitragem: Daniel Nobre Bins, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e Lucio Beiersdorf Flor.

Cartões Amarelos: Willian e Eliomar (Brusque); Igor João e Edgar (Remo);

Gols: Belusso e Ricardo Lobo (Brusque); Zé Antônio (Remo).

"Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte."



Antes de comentar leia os


Adversário do Brusque chega na quarta-feira

75 dias atrás

A equipe do Remo, adversária do Brusque na primeira fase da Copa do Brasil, chega nesta quarta-feira (15) a cidade de Brusque. O time viaja durante a madrugada, e no início da tarde se hospedará na região central. Além disso, um treino está marcado para o período da tarde, em local indefinido. O time paraense tem três dúvidas para a partida, já que o meio-campo Flamel e o volante Renan Silva têm problemas musculares, enquanto que o lateral Jaquinha tem uma pena de quatro jogos de suspensão para cumprir em competições nacionais. O jurídico do Remo tenta recorrer da decisão. Já o Brusque Futebol Clube treina no período da tarde nesta terça-feira (14) e também na quarta-feira (15), sob o comando do técnico Pingo. A tendência é de que se repita o time que começou o jogo com a Chapecoense. A única dúvida é a presença do meio-campo Pedrinho entre as opções, por conta da torção que sofreu no final de semana. Os ingressos também já estão à venda de forma antecipada. Os bilhetes custam R$ 30 para a geral e descoberta, R$ 50 para a coberta e R$ 80 para as cadeiras. As entradas estão à venda na frente do Estádio Augusto Bauer, no Posto Bissoni (Dom Joaquim), Posto Shell (Av. Otto Renaux), Posto Carol (Guabiruba), Posto Ipê (Santa Terezinha) e Bar do Beto (Santa Terezinha).

Esporte

Handebol de Brusque caminha a passos largos rumo a consolidação

77 dias atrás

Há pouco mais de um ano um grupo de abnegadas mulheres, apaixonadas pelo handebol, iniciaram um projeto tímido em Brusque, mas que em poucos meses conquistou um grande número de atletas e até uma madrinha que tem seu nome escrito em letras maiúsculas nesta modalidade, a catarinense Chana Masson, que por muitos anos defendeu a seleção Brasileira e conquistou títulos importantes como goleira. Na última sexta-feira (10) o grupo que coordena o handebol em Brusque comemorou mais um passo importante, com a vinda do empresário Leandro Henrique de Araújo, da Lewh Sports, que cuida da carreira de Chana e de outras personalidades do esporte. Ele esteve reunido com o prefeito Jonas Paegle e o vereador Deivis Silva para discutir um projeto de incentivo ao handebol, na tentativa de popularizar a modalidade em Brusque. Leandro afirmou que o objetivo da vinda foi apresentar um projeto à administração municipal para resgatar o handebol na cidade, inclusive com a participação efetiva de Chana Masson. Ele avaliou positivamente a reunião com as lideranças do esporte brusquense e pela receptividade do prefeito ao projeto que deve ser analisado e posteriormente sinalizar o apoio concretamente.  A Lewh Sports A “Lewh Sports” é uma Assessoria Esportiva que desenvolve lazer, cultura e saúde através da atividade física orientada em condomínios, personal trainer, grupos fechados de atividade física, cursos, palestras, workshop’s. 

Esporte

Brusque derrota Chapecoense com gol no final

77 dias atrás

Um jogo literalmente recheado de emoções no Estádio Augusto Bauer, na tarde deste sábado (11). Assim é possível classificar a vitória do Brusque sobre a Chapecoense por 2 a 1, pela 5ª rodada do Catarinense. Ricardo Lobo e Eliomar marcaram os gols da terceira vitória do time no campeonato. A partida começou totalmente aberta, com a Chapecoense arriscando bastante, e ameaçando por várias vezes a meta do goleiro Rodolpho. Porém, a melhor chance criada antes da abertura do placar foi do Brusque. Aos 25 minutos, Leílson fez bela jogada e encontrou Ricardo Lobo, que ajeitou e da entrada da área chutou no canto esquerdo de Elias, que havia entrado após a expulsão do goleiro Artur Moraes. Depois do gol, o Brusque foi atrás da manutenção da vantagem no placar. E o controle do jogo foi punido, quando em um cruzamento, a bola pegou na mão do estreante João Carlos, e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Wellington Paulista deslocou Rodolpho e levou o jogo empatado para o intervalo. No segundo tempo, a Chapecoense foi tomando a iniciativa e buscando a virada no marcador. E outra vez, a bola bateu na mão de um atleta do Brusque dentro da grande área, em Mineiro. Porém, Wellington Paulista tentou deslocar Rodolpho e acabou acertando a trave, para delírio do torcedor. Dentro da partida mais uma vez, o Brusque apostou as últimas fichas na partida em busca da vitória. E aos 49 minutos, Leílson lançou Carlos Alberto, que tocou na medida para Eliomar completar para o fundo das redes e decretar a terceira vitória do Brusque no torneio. O time neste momento ocupa vice-liderança do Catarinense, com nove pontos. O próximo compromisso do Brusque será contra o Remo, na quinta-feira (16), pela Copa do Brasil. Ficha Técnica Brusque: Rodolpho, João Carlos (Pedrinho, depois Michel Douglas), Cleyton, Neguete e Willian, Mineiro, Carlos Alberto, Leílson e Assis (Eliomar); Belusso e Ricardo Lobo. Técnico: Pingo. Chapecoense: Artur Moraes, Zeballos, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Amaral, Luiz Neném (Elias), Andrei Girotto e Nadson (Túlio de Melo); Rossi (Martinuccio) e Wellington Paulista. Técnico: Vagner Mancini. Arbitragem: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Carlos Felipe Schmidt e Elen Carolin Portal Sieglitz. Cartões Amarelos: João Carlos e Ricardo Lobo (Brusque); Zeballos e Wellington Paulista (Chapecoense). Cartão Vermelho: Artur Moraes (Chapecoense). Gols: Ricardo Lobo e Eliomar (Brusque); Wellington Paulista (Chapecoense).

Esporte
Subir